Por que escolher pisos antiderrapantes?

Para garantir mais segurança, os pisos externos precisam, preferencialmente, ser antiderrapantes – ou seja, evitar escorregões e, por consequência, quedas. Opções não faltam para garantir que o seu lar tenha um piso bonito e seguro no ambiente externo, e para você fazer a escolha certa, separamos informações sobre os principais tipos, suas vantagens, desvantagens e usos mais comuns. Confira!

Por que escolher pisos antiderrapantes?

Pode parecer óbvio, mas optar por um revestimento antiderrapante é um ponto fundamental que muitas pessoas acabam negligenciando quando o assunto é o piso externo de seus lares. Esse material é essencial para quem busca ter mais tranquilidade e segurança, pois evita quedas mesmo quando úmido (no caso de chuvas e ao revestir as proximidades de uma piscina, por exemplo).

Além disso, existem também aqueles pisos que vão além e contam com propriedades extras para trazer ainda mais segurança. Os pisos emborrachados para área externa, por exemplo, também absorvem impacto, reduzem a produção de sons, são resistentes a altas temperaturas e contam com grande vida útil e muita durabilidade.

Ou seja, ter um piso antiderrapante para a área externa do seu lar – seja em uma parte do quintal, no deck da piscina ou mesmo na garagem e na varanda – traz muito mais tranquilidade para você e para sua família. E, além disso, o mercado conta com diversas opções com diferentes materiais e acabamentos, tudo para combinar com as mais variadas decorações e estilos arquitetônicos.

Saiba qual o melhor piso para cada ambiente da sua casa.

Os pisos externos antiderrapantes mais usados

Entre as opções que existem no mercado, as principais variam de quatro grandes grupos: pedras, porcelanatos e pisos cerâmicos, pisos granilite, placas cimentícias, e pisos emborrachados. Saiba mais sobre os principais pisos de cada um desses grupos e decida qual o melhor para o seu lar!

  • Pedras –

Embora nem todos os pisos feitos com pedras sejam indicados para áreas externas (evita as chamadas pedras lisas, como granito e mármore polido), as pedras brutas desempenham bem essa função, pois são antiderrapantes. Opções populares são: miracema, arenito, goiás e são tomé (também conhecida como mineira). Tenha atenção também com áreas próximas de piscinas, pois a pedra escolhida para revestir esses locais precisa ser atérmica – ou seja, não esquentar demais ao ficar exposta à luz solar.

Fonte: Olho D’Água Piscinas

 

  • Porcelanatos e pisos cerâmicos –

Essa opção é uma das preferidas de quem busca um material que seja antiderrapante e una beleza com muita resistência – mas, no entanto, acaba tendo um preço maior. Os pisos de porcelanato e cerâmica contam com uma grande variedade de texturas, acabamentos e cores, o que combina com muitos estilos e permite usar a criatividade na hora de pensar o design da área externa.

A única ressalva é ter atenção com aqueles revestimentos que contam com uma grande quantidade de ranhuras em sua superfície, porque, ao entrar em contato com umidade e água, elas podem servir como ambiente propício para a proliferação de bactérias e outros micro-organismos.

Fonte: Decorando Casas

 

  • Placas cimentícias –

Confeccionadas com concreto de alto rendimento, essas placas formam um piso com alto grau de durabilidade, antiderrapante e atérmico, sendo assim muito apropriado para áreas externas. A sua forma mais utilizada é o cimento queimado, que tem um acabamento bastante sóbrio, sem ranhuras, e pode contar com cores e texturas que imitam outros materiais – como madeira, por exemplo.

As desvantagens desse material ficam por conta da sua manutenção mais trabalhosa: é preciso aplicar anualmente uma resina protetora para garantir que o piso absorva menos água e gordura. Além disso, a sua higienização deve ser frequente para evitar o acúmulo de sujeira e o surgimento de manchas – não utilize produtos ácidos, e sim lavadoras com jato de água de alta pressão.

Fonte: Inglês do Piso

 

  • Piso emborrachado –

Aqui entram os pisos que são confeccionados com borrachas ou possuem acabamento emborrachado. Embora existam muitos tipos – como, por exemplo, a placa de E.V.A. -, os mais apropriados para áreas externas são os modelos de piso pastilhado (também chamado de piso moeda) e a lajota ecológica feita de borracha reciclada.

A vantagem desses materiais vai além da propriedade antiderrapante, já que eles também absorvem impacto e som. Além disso, alguns modelos são ecologicamente corretos, porque utilizam borracha reciclada em sua confecção. O principal ponto negativo para algumas pessoas pode ser o aspecto visual, já que esse tipo de piso não é tão esteticamente atrativo quanto os outros.

Fonte: Real Tapetes e Capachos

Dicas para escolher o piso externo do seu lar

Agora que você já sabe as principais características dos pisos mais utilizados em áreas externas, precisa combinar essas propriedades com as necessidades do seu lar. Ou seja, escolha o piso que melhor combina com o uso que você e sua família fará do ambiente e, além disso, se integre com a decoração e o estilo arquitetônico da sua casa.

Por exemplo, a área próxima à uma piscina precisa fundamentalmente de um piso atérmico, mesmo que não seja o mais atraente esteticamente; já em um espaço de interação social o acabamento e a beleza do piso é mais importante; em um local mais comum, por sua vez, o ideal é priorizar a durabilidade.

Veja mais dicas sobre como escolher os tipos de piso externos.

Algumas orientações gerais podem ajudar, como optar por pisos cimentícios para ambientes com estilo mais moderno. Já em ambientes mais clássicos e que primam pelo charme, os pisos cerâmicos e de porcelanatos são boas opções. As pedras e pisos emborrachadas são muito diversificados e portanto combinam com diversos estilos de decoração e arquitetura; procure um modelo que se enquadre com o que você deseja.

Piso externo de pedra antiderrapante para a área da piscina
Fonte: Mãe Service Facilites

 

Piso cerâmico é versátil e traz charme ao ambiente.
Fonte: Amigos da Obra

 

Piso cimentício é uma boa opção para quem busca elegância e modernidade.
Fonte: Designer Dream Homes

Piso emborrachado com diversas cores pode alegrar o ambiente.
Fonte: Top Track

Seguindo essas dicas você já sabe por onde começar na hora de planejar ou reformar o piso externo do seu lar, sempre trazendo muita segurança e, claro, beleza e conforto!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *